Scania mantém liderança de vendas de camiões em Portugal

Texto: Carlos Moura
Data: 18 Novembro, 2018

Scania mantém trajetória de crescimento dos últimos anos e continua a ser a marca de camiões mais vendida em Portugal no segmento acima das 16 toneladas de peso bruto, incluindo tratores de mercadorias.

Após mais de três anos de liderança, a Scania continua a ser a marca de camiões mais vendida se Portugal no segmento acima das 16 toneladas de peso bruto, com uma taxa de penetração de 21,6% entre janeiro e setembro de 2018.

O resultado da Scania supera claramente o do mercado em geral que no período em questão registou uma quebra de 0,4% face a igual período do ano anterior, enquanto a Scania obteve um crescimento de 48,8%. A Scania foi a marca que mais cresceu e manteve a trajetória dos últimos anos até conquistar a liderança do mercado. Por segmentos, a marca sueca também é líder nos tratores de mercadorias, com uma quota de 24,7%.  

“Os clientes estão a valorizar não só a qualidade e fiabilidade do nosso produto, mas também o aumento de rentabilidade que obtêm graças aos serviços da Scania”, afirma Sebastián Figueiroa, diretor geral da Scania Ibérica. “Já conseguimos atingir o 12.º recorde de baixo consumo de combustível em ensaios com a imprensa da Península Ibérica, o que é mais uma prova da eficiência dos nossos camiões”, refere o responsável, adiantando que os clientes vêem estas melhorias ser acompanhadas por um aumento da rendibilidade dos seus negócios, graças aos serviços conectados disponibilizados pela marca.  “Exemplo disto é o Ecolution, que permite poupanças de combustível e de emissões de CO2 graças à formação e coaching dos condutores, à gestão da frota e a uma manutenção assessorada dos veículos”, afirma o diretor geral da Scania Ibérica. “Graças à conectividade, dispomos de informação de mais de 300.000 veículos conectados. Mas esta informação não serve para nada se não for bem gerida. Podemos afirmar que somos quem melhor gere esta informação, o que é um grande valor acrescentado para o cliente”.

O responsável máximo da Scania em Portugal e em Espanha acrescenta que a nova gama de construção, lançada no ano passado, está a “ter um bom acolhimento no mercado, o que prova o reconhecimento da sua robustez e a adaptação personalizada às necessidades dos clientes”. 

Uma das apostas da Scania consiste na disponibilização de soluções sustentáveis para o transporte, onde se incluem os combustíveis alternativos. “Apercebemo-nos de um interesse crescente no mercado por camiões movidos a gás natural veicular (GNC/GNL) e os pedidos que recebemos neste setor estão a aumentar”, comenta Sebastián Figueiroa. “A Scania continua a desenvolver soluções de transporte alternativas ao diesel e lançou já a segunda geração de camiões híbridos e o primeiro camião plug-in, na passada edição do Salão de Hannover, que teve lugar em setembro. Tratam-se de soluções disponíveis aqui e agora, já que podem ser feitas encomendas a partir de meados de 2019. Evidentemente que estamos a desenvolver soluções 100% eléctricas, que irão ser apresentadas quando for possível a sua comercialização”, esclarece o responsável. “O elo que encerra esta trajetória de crescimento é a nossa rede de vendas, que sabe dar resposta às necessidades de cada um dos nossos clientes, oferecendo-lhes “o seu camião”, aquele que se ajusta às peculiaridades do seu trabalho”, conclui.

Partilhar