Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi reforça produção de comerciais ligeiros

Texto: Carlos Moura
Data: 23 Novembro, 2018

Novos Renault Kangoo, Nissan NV250 e Mercedes-Benz Citan serão produzidos na fábrica de Maubeuge, enquanto a unidade de Sandouville será o centro de competência para comerciais médios, que também produzirá um modelo para a Mitsubishi.

No âmbito do plano estratégico da Aliança 2022 da Renault-Nissan-Mitsubishi, que tem o objetivo de duplicar as sinergias anuais para dez mil milhões de euros, a produção de veículos comerciais ligeiros vai ser reforçada e ampliada. Para acelerar este plano, a Renault, a Nissan e a Mitsubishi Motors vão recorrer a plataformas comuns e a instalações comuns de produção. 

A fábrica de Maubeuge, em França, passa a ser o centro de produção de comerciais de pequena dimensão da Aliança, enquanto a unidade de Sandouville irá ser o centro de produção de comerciais de dimensões médias. 

A fábrica de Maubegue, que já já é uma das mais eficientes em França, irá produzir a próxima geração do Renault Kangoo, incluindo as versões elétricas, assim como o novo furgão pequeno da Nissan, que terá a designação comercial de NV250, que também sairá da linha de montagem desta unidade industrial, a partir de meados de 2019, e utilizará a plataforma do Kangoo. Esta última também será partilhada pela nova geração do Mercedes-Benz Citan, ao abrigo do reforço entre a Aliança e a Daimler. O Grupo Renault irá investir 450 milhões de euros nesta unidade.

A fábrica de Sandouville, que é o centro de competência da Aliança para furgões de médias dimensões, vai passar a produzir um veículo baseado na plataforma do Renault Trafic, que será comercializado nos mercados da Austrália e Nova Zelândia. 

Partilhar