Scania volta a ganhar prémio “Green Truck”

Texto: Carlos Moura
Data: 4 Abril, 2018

Scania voltou a ganhar o prémio “Green Truck”, relativo ao consumo de combustível, com o novo R500.

Com um consumo médio de combustível de 24,92 l/100 km e uma velocidade média de 79,91 km/h, o Scania R500 ganhou o prémio “Green Truck 2018”, atribuído pelas publicações especializadas alemãs “VerkehrsRundschau” e a “Trucker”, após a realização de um teste de estrada entre Munique e Nuremberga, com 350 quilómetros. O objetivo desta prova consiste na obtenção do menor consumo de combustível. Os camiões participantes têm um peso bruto de 40 toneladas e são conduzidos em condições monitorizadas, em estradas públicas.

O consumo de combustível e a velocidade média são rigorosamente controlados e as potenciais diferenças das condições climatéricas e de trânsito são eliminadas. O baixo consumo de combustível proporciona não só economia de custos, mas também eficiência

Na edição deste ano, o Scania R500 obteve uma vantagem de 0,4 l/100 km face ao seu concorrente mais direto. Para uma quilometragem anual de aproximadamente 150 mil quilómetros típica de um camião de longo curso, esta diferença pode chegar aos 600 litros de gasóleo (ou aproximadamente três metros cúbicos deste combustível em cinco anos).

A nova geração de camiões da marca sueca, com o seu motor atualizado de 13 litros, tem vindo a suscitar uma elevado interesse junto dos transportadores europeus, que valorizam o mais baixo consumo de combustível, as mais elevadas velocidades médias e os menores efeitos do dióxido de carbono, que ajudam a manter os custos e os impactos ambientais a um nível baixo.

Nos últimos três a quatro anos, a Scania tem sido elogiada em centenas de comentários da imprensa e estabeleceu numerosos novos recordes de combustível, em muitos países europeus, em testes de comparação realizados por jornalistas da especialidade independentes.

“O ‘Green truck Award’ é um teste de comparação original, na medida em que se foca totalmente no que é mais importante para os nossos clientes, numa perspetiva de custos e sustentabilidade,” afirmou Wolfgang Buschan, Diretor de Produto, Longo Curso, Scania Trucks. “O facto de termos ganho novamente o prémio este ano é extremamente lisonjeiro.”

Partilhar