Paulo Duarte renova frota com cinco camiões GNL

Texto: Carlos Moura
Data: 6 Março, 2018

Com o objetivo de renovar a sua frota, a Paulo Duarte adquiriu cinco camiões GNL, tendo a opção recaído no Iveco Stralis NP 400.

A Paulo Duarte introduziu cinco novos camiões Iveco Stralis NP 400 na sua frota, ao abrigo da sua política de investir na sustentabilidade dos meios de transporte. “Temos como objetivo reduzir e prevenir os impactos ambientais negativos mediante a utilização sustentável dos nossos recursos naturais. A aposta no gás natural veicular faz todo o sentido relativamente à estratégia das empresas”, afirma António Paulo Duarte, diretor de transportes e compras da Paulo Duarte.

“Relativamente às vantagens no transporte, associadas à utilização de uma frota a gás natural afirmamos que podemos efetuar uma determinada rota a um custo mais reduzido, a própria autonomia dos novos veículos proporciona essa vantagem às empresas. Outra vantagem que anda sempre associada a este tipo de combustível é certamente ser amiga do meio ambiente”, adianta o responsável da empresa de transportes de Torres Vedras.

As principais vantagens associadas à utilização de uma frota a gás natural são “económicas”, permitindo a realização de “uma determinada rota a um custo mais reduzido”. O aumento da autonomia dos novos veículos também contribui para a implementação desta tecnologia e isso levou a Paulo Duarte a apostar na aquisição de novas viaturas a Gás Natural Veicular para renovar a frota. A principal diferença comparativamente à operação de veículos é “o preço do combustível, que tem uma diferença significativa”.

O diretor de transportes e compras da Paulo Duarte refere que a empresa está “satisfeita” com o desempenho dos veículos a gás natural veicular e, como tal, pretende continuar o investimento nesta área. “A perspetiva é aumentar ano após ano a quota de veículos a gás natural”, salienta António Paulo Duarte.

Partilhar